Stédile do MST diz que deve manter um ritmo lento de invasões durante o governo Bolsonaro.
10/09/2019

Stédile do MST diz que deve manter um ritmo lento de invasões durante o governo Bolsonaro.

João Pedro Stédile do MST, disse que o grupo de extrema-esquerda deve manter um ritmo lento de invasões durante o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista ao site Poder360, Stédile declarou:

“As famílias não fazem uma ocupação por um protesto político, as famílias fazem uma ocupação na esperança de ter aquela terra e poder criar sua família e ter solução para o seu problema da sua vida.”

“Quando percebem, pelas forças políticas que estão no governo, que o Incra tá praticamente fechado, que não tem perspectiva nenhuma de ele dar uma recuada, então nós estamos num tempo histórico de recuo, de ficar no estacionamento esperando mudar o vento para ver como se altera a correlação de forças políticas.”

Ainda de acordo com Stédile, o presidente Bolsonaro está conseguindo a “graça de unir a esquerda“.

Inscreva-se na nova rede social da direita www.fenickes.com e livre-se da censura.

Curta e Compartilhe:
Fenickespb
Se você apoia o Presidente Jair Bolsonaro preencha esse formulário