PF identifica suspeito de tentar incriminar Hélio Negão
12/09/2019

PF identifica suspeito de tentar incriminar Hélio Negão

A PF identificou o suspeito de ter direcionado um inquérito para incriminar Hélio Negão.

De acordo com o Jornal Estadão, trata-se do delegado Leonardo Tavares, intencionado a envenenar Jair Bolsonaro e queimar o comando da PF. Em particular, o superintendente no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, e o diretor-geral, Maurício Valeixo, que foi indicado por Sergio Moro.

“Segundo mapeamento feito pela PF, Tavares é ligado a um grupo do qual faz parte o delegado Victor Poubel, que tem longa trajetória na superintendência fluminense e, segundo colegas, almeja comandar a unidade regional da corporação.

De acordo com o Antagonista, o grupo contaria também com o delegado Hélio Khristian Almeida, que foi alvo de busca e apreensão por suspeita de atuar para despistar as investigações do caso Marielle Franco.”

Inscreva-se na nova rede social da direita www.fenickes.com

Curta e Compartilhe:
Fenickespb

Curta nossa página no Facebook