“Com religião se brinca sim”, diz ‘Fabio Porchato’
30/12/2019

“Com religião se brinca sim”, diz ‘Fabio Porchato’

O Globo publicou um artigo do ator Fabio Porchato. Um dos integrantes do grupo Porta dos Fundos, diz que “com religião se brinca sim”.

“Sinto lhe informar, mas com religião se brinca sim. Com qualquer uma. Se brinca com religião, com futebol, com política, com a minha mãe, com o Detran, com o que você quiser. Isso não sou eu que estou dizendo, é a Constituição brasileira.”

Porchat conclui seu artigo assim:

“Viva o humor! Viva a liberdade de expressão! Viva a tolerância! E, por que não, viva Jesus!”

Recentemente, o grupo provocou protestos em razão de seu especial de Natal na Netflix. No último dia 24, a produtora responsável pela criação dos programas foi alvo de um ataque de jovens que estouraram bombas, ninguém ficou ferido, graças a Deus.

No início do mês, a CNBB divulgou uma nota em que, outras coisas, afirmou que “ridicularizar a crença de um grupo, seja ele qual for, além de constituir ilícito previsto na legislação penal, significa desrespeitar todas as pessoas, ferindo a busca por uma sociedade efetivamente democrática, que valoriza todos os seus cidadãos”. A nota da conferência dos bispos dizia, ainda, que “um dia, haveremos de prestar contas de todos os nossos atos”.

Na opinião do Protagonews, por mais valiosa que seja a liberdade de expressão, ela não legitima um “vale tudo”.

Quanto a Netflix, faltou um melhor conhecimento do mercado brasileiro que tem lhes dado tanto lucro. O Brasil é um País de maioria Cristã. Católicos, Evangélicos e até mesmo muitos que não tem confissão religiosa espantaram-se e indignaram-se com o péssimo gosto da Netflix e consideraram a produção como indevida, desrespeitosa e um afronta a importância de Jesus Cristo no contexto Bíblico.

Informações de o antagonista.

Comente:

Por: Flávio Braga. Curta minha página no Facebook
Curta e Compartilhe:
Fenickespb

Siga nossa página no Instagram!!!! 

Seguir